sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

A VERDADE DO PORÃO






Uma pessoa, que trabalhava em um cargo fantasma na administração da prefeita Jussara Menicucci e que responde a vários processos na justiça por calunia e difamação, três deles movidos por mim, fez menção a uma suposta contratação minha pelo deputado Fabio Cherem, alegando que eu receberia do deputado um salário de R$ 8 mil reais, que nunca foi verdade. 

A afirmação, irresponsável e hoje patrocinada por empresários e agentes públicos, afirmou que eu estou contratado pelo gabinete do deputado Fábio Cherem, o que é uma grande mentira, feita com interesses políticos e escusos! 

No inicio de janeiro de 2013, precisamente no dia 03, fui comunicado pelo deputado Fábio Cherem que ele gostaria que eu participasse de sua assessoria, convite este que me deixou envaidecido devido a importância da nomeação e pelo desafio em trabalhar com um deputado e ter que corresponder a suas expectativas profissionais e tão importantes. 

Mesmo sensibilizado pela lembrança de meu nome pelo deputado lavrense, no outro dia, ainda pela manhã, após a publicação do meu nome para o cargo de assessor e motivado por questões pessoais e de foro intimo, enviei a uma correspondência de próprio punho ao departamento de RH da Assembleia de Minas pedindo a minha imediata exoneração do cargo, menos de 24 horas após  a indicação. Ou seja: mesmo lisonjeado pelo convite e pela lembrança de meu nome, o recusei em menos de 24 horas, informação esta que pode ser conferida no site da ALMG e no link que segue abaixo: 


Portanto, mais uma vez, de forma irresponsável e caluniosa, esta pessoa, patrocinada por políticos sorrateiros e de porão, publica mentiras a meu respeito. Vale lembrar que a mesma pessoa, contratada pela prefeita com um salário que beirava R$ 2 mil reais mensais e que não tinha local de trabalho definido, apenas para denegrir minha imagem, como retaliação às denuncias sustentadas por mim aqui neste espaço.

Na próxima segunda feira estarei entrando com mais um processo na vara criminal contra esta pessoa. Existem ainda 3 processos já conclusos para sentença onde o ex cargo de confiança de Jussara Menicucci, que também responde a vários processos e pelo jeito vai responder ainda mais, jamais conseguiu provar uma única acusação feita contra mim, oportunidade esta dada nos autos do processo e com direito a juntar as provas de suas acusações.

A que se ter responsabilidade e ética por parte de quem se insurge contra pessoas do bem. Minhas publicações sempre foram pautadas na legalidade e nunca, jamais, fui contradito por quem quer que seja, comprovando o meu profundo respeito, acima de tudo, com a verdade.

Mudando o nível da conversa, na semana que vem trarei mais noticias importantes para a nossa cidade. Até lá!

domingo, 17 de fevereiro de 2013

A ÚLTIMA CARTA




DESCONHEÇO, DOUTOR!

Para quem pensa que a eleição de 2012 para a grande maioria acabou, vos digo: estais enganado. Pelo menos para a coligação de Silas, que tema frente dela o próprio e o seu filho, Flávio Unes, a coisa ainda pode mudar (?). 

Segundo uma pessoa próxima dos membros da coligação, uma nova ação teria sido ajuizada na justiça para, digamos, reverter o resultado da urnas, porém, no tapetão. Agora, caso a fonte esteja realmente certa, vem o mais engraçado. 

Segundo o que me fora informado,  a coligação de Silas teria, neste novo processo, arrolado algumas testemunhas para corroborar com a tese de acusação defendida pela coligação. Eis que vem a surpresa! Um dos nomes que fora arrolado como testemunha, caso a fonte esteja certa, e deste que vos escreve! Isso mesmo! Eu teria sido arrolado no processo como testemunha de Silas! 

Confesso que nem mesmo com uma dose cavalar de algum alucinógeno eu não consigo entender o tal propósito.

NÃO TE FALEI ?!!!!!! 

O prefeito Marcos Cherem já praticamente fechou sua equipe de trabalho. Entre alguns remanescentes da administração passada que ainda sobreviveram na atual e que não deixam de gerar uma certa incontroversia, duas estariam gerando uma verdadeira revolta interna na pasta da secretaria do Bem Estar Social. 

No final do ano passado, duas servidoras, encaixadas na pasta por uma pessoa muito conhecida e ligada ao partido da foice e do martelo, bateram o pé q e afirmaram que ficariam e não seriam despedidas. Iniciado o ano e sem que a atual secretaria soubesse do caso, as duas teriam sido mantidas na pasta.

Diante do fato, elas estariam agora zombando de algumas efetivas que apostavam que as duas não seriam mantidas em 2013. É bom a atual secretaria conversar com pessoas da pasta e tentar descobrir se o caso é verdade ou não. 

Pelo que sei, algumas estariam se sentindo humilhadas com o comportamento das remanescentes.  É bom acompanhar o caso.

COMPANHEIRO$

O sindicato dos servidores municipais convocou uma nova assembleia para amanha, dia 18, para discutir alguns assuntos de interesse, segundo o sindicato, professores e servidores. Mas, segundo uma fonte de dentro do sindicato, Baiano, ex candidato a vereador pela coligação de Jussara, quer mesmo e incitar um movimento de paralisação devido ao atraso de salários oriundos da gestão da ex-prefeita Jussara Menicucci (?).

Segundo a fonte, a intenção de Baiano é propor uma greve aos servidores para que os salários atrasados e que já estão sendo colocados em dia, sejam pagos sob regime de greve. O que me chama a atenção é que durante o mandato de Jussara, após vários atrasos e parcelamentos, o presidente não tomou nenhuma atitude parecida em atenção aos associados. 

Por falar em associados, é bom o presidente colocar a barba de molho. Um grupo está se reunindo para ir ao Ministério Público saber se presidente de sindicato pode receber salário da prefeitura e também do sindicato. Há rumores de que uma manobra teria sido feita para “autorizar” o presidente do sindicato dos servidores de Lavras a receber  das duas “fontes”.

Seria interessante se o caso fosse explicado durante a assembleia amanhã, não é mesmo?!

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

A CASA GARANTE!




FECHA O CAIXA

Com o final do carnaval, o ano parece mesmo que começa pra valer. Na política lavrense, também. Governando com a facilidade da lei delegada, o prefeito Marcos Cherem vem fazendo verdadeiras “operações” internas em seu governo. Uma delas, que ao meu ver e estranhamente não foi explorada como deveria(?????), simplesmente devorou salários daqueles que ganharam cargo de confiança em seu governo. 

O prefeito, sobre o pretexto de ter que reduzir despesas frente a dívida deixada pela prefeita que chega aos quase inimagináveis R$ 50 milhões de reais, cortou na carne, principalmente dos aliados, reduzindo salários na ordem de quase 50%. O remédio oferecido está sendo amargo para muitos.  Motivos o prefeito tem para tal medida e creio que ela seja necessária no momento. 

Mas é bom o prefeito pensar que saco vazio não fica em pé e que o grupo deverá estar forte e saudável para 2014.


ABRE O CAIXA

Por falar em 2014, ao que parece, CAP, empresário transformador de terra em ouro, estaria mesmo disposto a incomodar o trabalho dos irmãos Cherem e já está “garimpando” membros da situação e oposição em seu grupo. 

CAP teria tido conversas ao pé do ouvido com um e outro e, em alguns casos, com o apoio de um vereador, fomentado gastos, digamos, “subterrâneos” para com  isso minar a reputação dos atuais adversários.   

Para ajudar, ainda em seu QG após viagem de férias, a ex-prefeita Jussara Menicucci também estaria fomentando a articulação do QG do Venerando. Dias atrás, dois vereadores da base oposicionista foram vistos saindo da casa da prefeita, de onde teriam sido orientados em como atacar as base do prefeito Cherem. 

Em conversas com um vereador da base, uma frase soou enigmática: “...temos que desmontar a balança de dois pesos e uma medida”. Um dos vereadores, assessorado por um advogado que é filho de um ex-prefeito, estaria tendo inclusive “aulas” de discurso politicamente correto.   

Por falar em vereador, um deles me mandou um recado um tanto quanto "atrevido". A resposta eu estou preparando, caro vereador. Só um aviso: não tive medo de Jussara e seus amigos (poderosos diga-se de passagem). Pense nisso!

PLANO C

Ainda sobre a movimentação de bastidores para 2014, uma fonte, a qual considero confiável, me confidenciou uma coisa que ainda estou cá a refletir. Segundo ela, CAP já teria descartado o namoro com Dehon e já estaria disposto a investir em seu advogado e ex candidato a vice na chapa de Dehon. 

Segundo a fonte, Carlos Lindomar seria agora o preferido de CAP para que seja trabalhado para uma eventual dificuldade em retornar ao cenário em 2016. 

Pelo intuito da fonte, um grupo já estaria sendo montando através de uma famosa e respeitada “casa triangular” para começar a fomentar a ideia do empresário Midas.


NOS OLHOS DO OUTRO É REFRESCO.

Caros leitores. Devido ao meu cargo na Câmara, afirmo a vocês que preciso medir a “água com fubá”, se é que me entendem. 

Portanto, peço a vocês um pouco de paciência e tolerância em relação ao atraso das postagens e ao cuidado que devo ter porque senão posso sofrer “retaliações” internas. Mas não se preocupem. Estamos de volta!

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

TEM QUE BEBER


 
Caros leitores. Depois de um período sabático, gradativamente, estou voltando à rotina neste espaço e conto com a atenção de sempre de todos vocês!



Com o inicio de 2013, veio junto a administração de Marcos Cherem. Entre aliados, uma grande expectativa. Entre náufragos, uma certa esperança em ficar onde estavam.  O cenário encontrado foi o que era esperado: Um caos. Dívidas que já chegam a R$ 50 milhões e subindo, funcionários em desvio de função e outros que figuravam apenas na folha de pagamento.
Diante do quadro, o prefeito providenciou um vidro grande de remédio à base de boldo e de cara, em relação a salários, deu uma boa dose a sua própria equipe, causando caras e bocas de descontentamentos levando-se em conta o contracheque do final do mês. Alguns servidores da gestão passada que foram mantidos e que, mesmo tomando em alguns casos o mesmo remédio amargo dado a equipe do prefeito, ainda assim fizeram o sinal da cruz em agradecimento pela chance alcançada.
No Palácio, agora sob novo reinado, os buracos encontrados justificariam o cinto apertado e o sacrifício coletivo em prol da dita governabilidade. Segundo o prefeito, a prioridade será o pagamento da folha de pagamento mesmo em detrimento de prestadores de serviço. Cherem, o prefeito, disse que sabe que o remédio, geralmente indicado para quem abusou do álcool e sente os efeitos da ressaca, é necessário no momento. Até aí, eu concordo. Medidas precisam ser tomadas para colocar a casa em dia. Mas oque me preocupa é o passado.
Quando assumiu, Jussara Menicucci recebeu a prefeitura com aproximadamente R$ 3 milhões em dividias e passou quase 8 anos falando que estaria pagando as contas do passado. Se levarmos em consideração os R$ 50 milhões deixados pela ex-prefeita (really?), dá até medo.  O jeito é seguir analisando a nova administração sob a lupa aguçada e também da paciência.
Mas, como 2014 já está logo ali, Jussara & CAP e até mesmo o irmão do prefeito, Fábio Cherem, aguardam os resultados, positivos ou não, para se alinharem e disputarem as urnas no ano da copa. Reuniões na “caixa d’agua” da Copasa já começaram.
No QG da Venerando, idem.  Com o carnaval, a coisa deve esfriar (na política, é claro). Depois, a briga vai começar de novo, com foice e tudo. Alguém aí duvida?

 Como o ano de 2013 só começa depois do carnaval, vamos devegar até o ano começar. Até lá!

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013